sexta-feira, maio 27, 2005

Ezequiel 16

Nasceste e foste abandonada, deixada num campo, à mercê de quem por ti passasse, ainda suja de sangue, sem consciência. Não havia quem te pegasse ao colo, nem quem te embalasse. O teu embalo era feito pelo vento, frio, tempestuoso por vezes.
Passavam por ti, e não te ligavam, desprezavam-te.
Até que, Ele passou, e olhou para ti e quis que vivesses, cuidou de ti, lavou-te e viu-te crescer.
Embalava-te e dormias nos Seus braços.
Tornaste-te jovem, eras bonita, mas ainda não estavas vestida, também foi Ele quem te deu a roupa, roupa que era dele, tirou de si para ta dar a ti, e vestiu-te.
Começaste a ver outras pessoas, e as outras pessoas começaram a convidar-te para andares com elas. Tal qual uma adolescente, começaste a chegar tarde a casa, mas nem tarde falavas com Ele, nem dizias com quem andavas e o que fazias. Lembras-te?
Agora, crescida, não te lembras de quem te limpou, cuidou, embalou, vestiu…
Vais para a cama com outros, com os mesmos que te desprezavam no início, tal qual uma prostituta, sem amor. No entanto, diferes delas, não te pagam para ires para o seu leito, pagas tu. És tu quem pagas para andares com quem não te ama. Para andares com os teus amantes. E só andam contigo porque lhes pagas...
Ele sabe, e Ele sabe também, que por vezes pensas que não sabe, que por vezes pensas que O consegues enganar.
Como é que Ele deve se sentir contigo? Como é que achas? Ele sabe também que há dias, poucos dias, eles existem, em que tens acessos de consciência, dias em que vês a tua desgraça, em que te vês como que completamente perdida, e choras, e pensas que estás a chorar sozinha, porque quando choras, os teus amantes abandonam-te outra vez.
Mesmo assim, “volta”, diz Ele, a tua vida está de rastos, "quero que saibas que quando choras, não choras sozinha, nem estás só com os teus amantes quando pensas que estás só com eles, Eu estou sempre contigo...", diz o Senhor. Como no início, quando não tinhas ninguém e estavas só naquele terreno, e Ele quer, tal como nesse mesmo início, limpar-te de novo e vestir-te.

1 comentário:

JOINCANTO disse...

Rica metáfora.
O amor de Deus e o poder do sangue de Cristo são poderosos para limpar o passado mais tenebroso e dar um novo começo de vida.